Tuesday, 28 May 2013

Madeira Island Ultra Trail 2013

After some rough times through the injury world I was back after some weeks of training to test my body in a 42km mountain running race in the Madeira Islands (smart, as usual).

I was in Madeira for the first time last September and I was amazed by its beauty. This time I was still able to find more idyllic places with the Portuguese Salomon Team.

About the race, it had 42km with a positive climb of ~1000m and a downhill of ~3000m through winding trails. I was alone in the first climb with good feelings all the way, maintaining a 5min lead over the 2nd.

However the race only ends in the finish line and around the 35km my body stopped working. I don't have enough experience in this kind of races/long race times and I didn't do a smart caloric intake. I suffered A LOT in the last kms. I started walking for some parts and I ended 2nd, 4min after the lead. It was a tough lesson that I won't forget soon. I learned some interesting ways of repleneshing the calories during a race.

Photo by IvanRoxo

In the following days I was able to enjoy the best of the island, thanks to Madeira Rural (HERE), that I recommend if you visit the island. 
In the day after the race I "recovered" with 18k trail training session and in the following day, a canyoning session through the island beautiful rivers.


What's next? In the following weeks I'll mainly work on my speed. In 2 weeks, I'll have the national team training camp in Finland and Jukola (by the way, I'm still looking for a team) and in more than a month, the highlight of the season: WOC!

(The following words are in portuguese and are boring...) =)

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

COMUNICADO RELATIVAMENTE AO MADEIRA ISLAND ULTRA TRAIL:

Disclaimer: O seguinte texto é um direito de resposta relativamente ao processo de difamação empreendido por alguns elementos do clube Offtel runners relativamente à prova supracitada. O seu conteúdo reflecte apenas a minha opinião pessoal.

1. Relativamente à organização. Percurso fantástico. Disfrutei do início ao fim. Parabéns à organização por uma prova tão bem organizada. Foi sem dúvida o melhor trail em que já participei.

2. Relativamente a minha prova. Seguia com 5min de vantagem quando por volta do 35km o corpo deixou de responder. Fisicamente estava bem, mas fruto da minha inexperiência neste tipo de distâncias, fiz uma má gestão do aporte calórico. Literalmente arrastei-me até o fim. Senti o João atrás de mim numa descida e cheguei-me ao lado para ele passar. Não consegui ir com ele e ainda perdi mais 4min até o fim. Aprendi muito com esta dura lição.

2. Relativamente ao regulamento. Existe um regulamento que diz explicitamente o material que os atletas devem levar, com penalizaçoes. Durante a semana troquei vários emails com o director da minha equipa sobre como optimizar o mesmo. Conseguimos colocar todo o equipamento dentro de um cinto.

3. A prova terminou e felicitei o João pela vitória. Sabemos que existe o regulamento, mas nunca ouvi em momento algum dentro da minha equipa a intenção de reclamar ou protestar contra a vitória do João por ele não levar o material necessário. Há valores partilhados no desporto que não são descritíveis e que se sobrepõem a aspirações individuais... e é isso que faz do desporto o grande unificador que é.

4. No final da prova, a equipa Offtel runners interpôs uma reclamação em como eu e o João não tínhamos levado o material todo. Ambos os atletas tiveram a oportunidade de se defender da reclamação. O director da minha equipa mostrou todo o material que eu tinha levado (mochila ou equipamento similiar, impermeável, apito, frontal, telemovel, manta térmica, banda elástica, alimentos, 1l em recipientes de água e copo) e fui reclassificado. Descontente com a situação, um dos dirigentes da equipa que reclamou continuou a reclamação baseada no facto de que o plástico que eu levava como copo não poderia ser considerado copo. Não preciso, mas faço aqui a ressalva de que existem plásticos especializados como copos à venda no mercado, como:


4. No final da prova teve início um processo de difamação por parte de elementos da equipa que reclamou; a mesma do elemento que ficou em 3º lugar, a 14min do João e a 10min de mim. Existiram provocações gratuitas antes da cerimónia de entrega de prémios a que nenhum elemento da minha equipa respondeu. Durante a cerimónia presenciei um momento que nunca tinha visto em toda a minha carreira e que os vários atletas presentes não irão esquecer brevemente.

5. No final da cerimónia, após ter sido insultado em plena cerimónia dirigi-me ao próprio. Infelizmente não foi possível um diálogo socialmente aceitável, com injúrias à minha pessoa e a elementos da organização presentes (citando o regulamento: Faltar gravosamente ao respeito para com a organização e participantes (agressão ou insulto) - Irradiação da modalidade) com base na problemática do copo. Orgulho-me de em algum momento ter respondido de igual forma.

6. Todo esse processo continua ainda neste momento através do Facebook e Blogues, com injúrias e ofensas a que me recuso e recusarei a responder em igual tom. Serviu o presente direito de resposta para dar a minha opinião sobre uma situação sobre a qual não tive qualquer culpa ou poder de decisão... sobre uma situação que me é alheia e que lamento profundamente.

7. Este será o último momento em que me pronunciarei sobre o assunto. Até breve, por aí.

Monday, 6 May 2013

National team TC + Long and Sprint Champs.

After 1.5months without intense workouts (see last post), I was officially back without any pain on the 25th April, right on time to test my body (!) on the 5.000m national O'team trials. I did 15'50, with the same average I did the first 10k road race of the season.

The following days were spent in the National Team houses in Marinha Grande, with great training sessions and the great NT athmosphere. Some of the sessions are as follows:
Long distance HERE.
Mass start HERE.


Then this weekend, there were the National Championships in Long and Sprint distances.
In the Long distance champs, with almost 17k,  I was too conservative and followed the paths too much all the way (with the extreme option to the 6th which costed almost 1min). I suffered and I was 5th in the end.


I really enjoyed the sprint distance. I was already missing that feeling. I didn't do any major mistakes, but I felt the lack of the extra gear in the engine. I ended 2nd.



Moustache man

What's next? Whatever are the goals for the summer, I'm expecting to return to the old shape in a few weeks. Now it's time to kill the legs.

I end with this month's portuguese edition of SportLife magazine.